Páginas

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Yagalët é o carro russo que consegue andar sobre a água

Yagalet.

E funciona como um carro normal no asfalto

A startup russa Yagalët tem uma ideia nova e bem bizarra sobre como fazer um carro anfíbio. Ao invés de entrar na água e se comportar como um barco, ele vira um hovercraft e anda sobre a água. Se um esportivo que flutua sobre os rios e lagos não é estranho o suficiente, então pode contar com a Yagalët. A empresa diz que, se o primeiro for um sucesso, irá lançar um SUV, uma minivan e, por algum motivo, até mesmo uma casa.

A empresa não revela como funciona exatamente o sistema que transforma o carro em um hovercraft. O motorista iria puxar uma alavanca dentro do carro que solta uma bolsa inflável em volta do veículo e é só o que sabemos. Ela também não disse como o motor funciona para mover as rodas e também direcionar o ar para baixo do carro na hora de flutuar. Uma vez ativado, o esportivo seria capaz de andar em terrenos onde carros normais não chegariam, como água, gelo fino, pântanos e com muita neve.

Mais bizarrices:

A Yagalët acredita que construir um hovercraft é mais viável do que carros capazes de voar, pois não precisariam de uma habilitação especial para dirigir. A empresa até sugere que, em algumas cidades, os motoristas poderiam fugir de congestionamentos usando os rios que atravessam o local.

Os russos também não explicaram como o motorista irá manobrar o veículo, mas promete revelar mais detalhes em breve. Já que o veículo estará flutuando, precisará de algum tipo de leme para direcionar a propulsão e as imagens divulgadas não deixam evidente como ele funciona. Reduzir sua velocidade também será um desafio a ser resolvido pela Yagalët. A sua motorização pode ser composta por dois motores separados, um para as rodas e outro para o modo flutuante, ou podem encontrar uma forma esperta de usar um único motor.

A Yagalët não dá uma previsão de quando esta máquina estará disponível para venda.
Yagalёt Roadster Hovercraft.

Nenhum comentário:

Postar um comentário