Páginas

sábado, 7 de julho de 2018

Traficantes são presos com pílulas de ecstasy com rosto de Trump

Foto cedida em 21 de agosto de 2017 pela polícia em Osnabrueck, na Alemanha, mostra comprimidos de ecstasy na forma do presidente Donald Trump.

A marca Trump foi vista em bifes, gravatas, vinho, uma companhia aérea e vários arranha-céus, mas a Polícia americana descobriu um novo produto que tenta tirar proveito da imagem do presidente: o ecstasy.

A polícia do estado de Indiana encontrou no mês passado pequenas pílulas de cor laranja estampadas com o rosto de Donald Trump e o logo "Great Again" na parte de trás.

Como uma ferramenta de publicidade, os traficantes costumam usar formas e cores exclusivas para criar marcas notáveis ​​e manter os compradores interessados.

Os comprimidos foram encontrados entre outras substâncias ilegais, como cocaína e heroína, durante a "Operation Blue Anvil", de acordo com um comunicado divulgado na sexta-feira pela polícia do estado de Indiana.

A operação de seis dias realizada por patrulhas rodoviárias levou a 129 prisões e 272 acusações relacionadas a drogas.

As pílulas coloridas foram comparadas nas mídias sociais às vitaminas Flinstones, encontradas em farmácias em todo o país, por conta de sua aparência.

A imagem do relatório da polícia das pílulas rapidamente provocou reações de humor nas redes sociais.

Um usuário do Twitter alertou as pessoas para "evitarem as pílulas de ecstasy na forma de Trump. Elas foram cortadas com mentiras e ódio. 'Bad trip', cara".

Outra pessoa tuitou: "Prometem te deixar alto, mas deixam você se sentindo deprimido e percebendo que você perdeu um monte de dinheiro com elas".

Essa não é a primeira vez que foram relatados comprimidos com a marca Trump. Em agosto de 2017, 5.000 pílulas de ecstasy com o formato de Trump foram apreendidas de um pai e filho presos na Alemanha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário