Páginas

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Produção e exportação de veículos do México crescem em junho

A indústria automotiva da América do Norte foi uma das maiores beneficiadas pelo Nafta, em vigor desde 1994.

A produção de automóveis do México cresceu 0,8% em junho e as exportações subiram 8,1%, sem contar as vendas da Nissan, um dos principais atores do setor, informou no dia 09 de julho a Associação Mexicana da Indústria Automotiva(AMIA).

As montadoras instaladas no México fabricaram 349.153 unidades em junho, frente às 346.522 do mesmo mês do ano passado, afirmou a AMIA.

A exportação de veículos, cujo principal destino são os Estados Unidos, alcançou 260.966 unidades, mais que as 241.501 de junho de 2017, embora este número não inclua os dados de exportação da Nissan, que deixou de dar os dados desde abril passado.

A produção acumulada de janeiro a junho totalizou 1,956 milhão de unidades, um aumento de 0,7% em comparação com o 1,943 milhão do mesmo período do ano passado.

"A produção de veículos leves atingiu um número recorde tanto no mês de junho como no primeiro semestre do ano", disse a AMIA.

A indústria automotiva tem sido uma das maiores beneficiárias da integração promovida pelo Acordo de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês), formado por México, Estados Unidos e Canadá desde 1994 e que foi renegociada a pedido do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Nenhum comentário:

Postar um comentário