Páginas

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Real tem forte recuperação após apoio do Banco Central

O chefe do banco, Ilan Goldfajn, anunciou o lançamento de swaps cambiais (injeção de dólares através de contratos futuros) adicionais de 20 bilhões de dólares até o fim dessa semana, que serão somados aos lotes diários de 750 milhões de dólares.

O real se recuperou no dia 08 de junho em relação ao dólar, com apoio do Banco Central (BC) para conter a forte desvalorização dos últimos dias.

O dólar era negociado a R$ 3,7090, frente a R$ 3,9250 no dia 07 de junho, uma queda de 5,5%. No começo de janeiro, custava R$ 3,26.

A Bovespa fechou com queda de 1,51%, depois de ter perdido 2,98% no dia 07 de junho.

Diante da aceleração da volatilidade - atribuída pelos analistas ao aumento da rentabilidade dos títulos dos Estados Unidos e ao temor de que as eleições de outubro no Brasil levem a um governo contrário aos ajustes fiscais - o BC deu forte apoio à moeda brasileira.

O chefe do banco, Ilan Goldfajn, anunciou o lançamento de swaps cambiais (injeção de dólares através de contratos futuros) adicionais de 20 bilhões de dólares até o fim da próxima semana, que serão somados aos lotes diários de 750 milhões de dólares.

O economista André Perfeito, da consultoria Spinelli, acredita que o BC "está tentando 'comprar a credibilidade' que o governo hoje não tem" e que a intervenção da instituição não resolve o problema fiscal do país.

Temer disse no dia 07 de junho que o Brasil tem "todas as condições para enfrentar" a volatilidade e reiterou seu compromisso com o ajuste fiscal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário