Páginas

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Google quer estimular desconexão digital através dos smartphones

Dave Burke, vice-presidente da Google, em 08 de maio de 2018, em Mountain View, Califórnia.

A americana Google, acusada regularmente, como outras gigantes digitais, de promover o vício digital, apresentou no dia 08 de maio uma série de ferramentas criadas para ajudar seus usuários a se desconectarem. Paradoxalmente, elas virão instaladas nos seus telefones.

O presidente da Google, Sundar Pichai, disse que quer promover o "bem-estar digital" através de um "painel de controle" com uma série de comandos que permitam, por exemplo, limitar o tempo dedicado a certos aplicativos, segundo explicou na conferência anual de desenvolvedores de Mountain View, perto de San Francisco.

"Há uma pressão crescente para responder imediatamente" a todas as notificações que chegam ao telefone, mas "temos a oportunidade de fazer algo melhor" e passar do "medo de perder algo" para a "alegria de perder algo", garantiu Pichai.

"Queremos dar tempo aos usuários", disse.

"O bem-estar digital vai ser um assuntos de longo prazo para nós", disse Sameer Samat, gerente de produtos na Google, ao apresentar uma série de novas funções na versão mais atual do Android - sistema operacional da Google que equipa a maioria dos smartphones do mundo.

o telefone indicará o tempo dedicado aos aplicados e o número notificações enviadas diariamente por cada um dele, para ajudar o usuário a controlar o consumo.

O usuário ainda poderá programar limites de tempo - por exemplo, não mais que 15 minutos por dia neste ou naquele aplicativo -, bem como outras funções que permitem ao Google conhecer ainda mais detalhadamente os hábitos de seus clientes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário