Páginas

domingo, 1 de abril de 2018

Playboy sai do Facebook por escândalo de uso de dados de usuários

Playboy sai do Facebook por escândalo de uso de dados de usuários.

O grupo americano Playboy anunciou no dia 28 de março que vai eliminar todas as suas páginas no Facebook, argumentando que se nega a ser "cúmplice" após o escândalo pela utilização de dados pessoais de milhões de usuários da rede social.

"A informação recente sobre a suposta má gestão do Facebook dos dados de seus usuários reforçou nossa decisão de suspender nossas atividades na plataforma", explicou a empresa em um comunicado.

"Mais de 25 milhões de fãs estão conectados à Playboy através de nossas diferentes páginas do Facebook, e nos recusamos a ser cúmplices de expô-los a estas supostas práticas", explicou o grupo.

"É por isso que anunciamos que deixaremos a plataforma do Facebook, desabilitando as contas da Playboy, gerenciadas diretamente pela Playboy Enterprises".

"Há anos tem sido difícil para a Playboy expressar nossos valores no Facebook devido a suas diretrizes estritas sobre os conteúdos", disse o comunicado.

Mas embora o grupo tenha optado por "mudar a voz da Playboy" para atender aos critérios do Facebook, especialmente sobre a nudez, e estar presente na rede, o escândalo recente o levou a tomar essa decisão.

"A Playboy sempre defendeu a liberdade individual e a celebração do sexo. Hoje damos outro passo nesta luta", concluiu o comunicado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário