Páginas

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Sem rastros do submarino argentino após 24 dias de busca

Sem rastros do submarino argentino após 24 dias de busca.

A busca do submarino argentino desaparecido no dia 15 de novembro com 44 tripulantes no Atlântico Sul continua sem apresentar resultados, apesar da grande mobilização internacional, informou neste sábado a Marinha da Argentina.

"Estamos procurando em um raio de 40 quilômetros, onde há seis navios, que atuam em áreas menores. Já fizeram a varredura quase duas vezes, mas continuam procurando", afirmou o porta-voz da Marinha, capitão Enrique Balbi.

A busca se concentra em duas imagens captadas por uma embarcação russa capaz de rastrear a quase 6.000 metros de profundidade.

O submarino "ARA San Juan" perdeu contato no Atlântico Sul em 15 de novembro, depois de reportar uma avaria quando percorria o trajeto entre Ushuaia (extremo austral) e Mar del Plata, 400 km ao sul de Buenos Aires.

Navios da Marinha argentina procuram o submarino em cooperação com embarcações de 13 países.

Os navios inspecionam dois novos "objetos" detectados com sonares em uma zona de busca ampliada para o norte, segundo o porta-voz.

O governo e a Marinha consideram os marinheiros mortos, em consequência do número de dias e por acreditar que a nave está no fundo do mar.

As famílias dos tripulantes desaparecidos solicitaram ao governo a continuidade das buscas e mantêm a esperança de um eventual resgate.

Nenhum comentário:

Postar um comentário