Páginas

sábado, 14 de outubro de 2017

FBI desmantela planos de ataque a metrô, show e estádio em Nova York

SILAS MARTÍ

Um plano para atacar pelo menos duas estações de metrô e um show de música em Nova York tramado por simpatizantes do Estado Islâmico foi desmantelado pelo FBI, a polícia federal americana.

De acordo com policiais, três suspeitos fora dos Estados Unidos discutiram preparativos para explodir, no ano passado, pontos de Times Square, uma das praças mais movimentadas e também cartão-postal da cidade, além de outros ataques, um deles alvejando ainda o estádio onde jogam os Yankees, o time de beisebol local.

Homens do FBI reconheceram que os planos desenvolvidos ao longo do ano passado eram mais "uma aspiração" do que "operacionais", mas um suspeito chegou a ser detido quando esteve em Nova Jersey, o Estado vizinho.

O canadense de 19 anos, Abdulrahman El Bahnasawy, confessou ter planejado o atentado. Além dele, que está preso e pode ser condenado à prisão perpétua, um cidadão americano, Talha Haroon, que vive no Paquistão, e Russell Salic, um cirurgião de 37 anos que mora nas Filipinas, foram identificados.

Este último seria o responsável por financiar os ataques que ocorreriam em junho ou julho do ano passado. De acordo com a investigação, o plano era "matar o maior número de pessoas possível", tomando como modelo o atentado de 2015 numa casa de shows lotada em Paris.

No rastro do massacre em Las Vegas, a notícia da investigação conduzida em segredo e só noticiada no dia 06 de outubro causou preocupação entre usuários do metrô na cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário