Páginas

sábado, 25 de março de 2017

Alarde sobre carne brasileira cria embaraço ao país, diz Temer

Temer vê "insignificância" em dados obtidos pela Operação Carne Fraca.

O presidente Michel Temer afirmou nesta terça-feira que a operação Operação Carne Fraca causa um “embaraço econômico” ao país, mas ressaltou que, de acordo com os dados obtidos pela Polícia Federal, a quantidade de frigoríficos com problemas é insignificante.

“Nada como mencionar números para verificar a insignificância do fato. Insignificância, devo dizer, que não merece ser patrocinada, porque se há desvios, devem ser apurados”, ponderou Temer durante a Conferência das Cidades Latino-Americanas 2017.

O presidente disse que das mais de 4,3 mil plantas de processamento de carne instaladas no país, apenas três tiveram suas atividades suspensas enquanto outras 19 estão sendo investigadas. “Não podemos deixar transitar impunemente um alarde que não alcança a totalidade dos frigoríficos e dos exportadores brasileiros”, afirmou o presidente.

No mesmo evento em Brasília, o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, disse que o governo vê o caso com “preocupação” e que dará resposta para todos os questionamentos.

Já o ministro de Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, afirmou que os frigoríficos atingidos representam menos de 1% das vendas de carne brasileira. O país exportou R$ 14 bilhões em 2016, sendo R$120 milhões dos locais sob investigação.

A Polícia Federal deflagrou na semana passada a operação Carne Fraca, que denunciou fiscais agropecuários e frigoríficos por suspeita de pagamento de propina para facilitação da liberação de carne em situação irregular. Alguns dos principais compradores de carne brasileira suspenderam temporariamente a importação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário