Páginas

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Franceses poderão ignorar e-mails, sms e ligações após expediente

Cerca de 37% dos trabalhadores na França usam aparelhos eletrônicos fora do expediente, segundo estudo feito pela consultoria Éléas.

Os trabalhadores franceses passaram a ter o direito de não abrir e-mails, sms ou atender ligações de trabalho após o expediente. Uma alteração na lei trabalhista do país europeu que entrou em vigor no último domingo estabelece que as empresas com 50 ou mais empregados deverão negociar com os seus funcionários sobre os horários em que eles precisam estar disponíveis fora do ambiente de trabalho. Se as partes não entrarem em acordo, a empresa deverá criar regras escritas sobre o uso de equipamentos eletrônicos e disponibilizá-la aos empregados.

A nova regra trabalhista diz que as empresas deverão criar meios para supervisionar e controlar o uso de aparelhos eletrônicos pelos funcionários “tendo em vista garantir o respeito ao tempo de repouso e de folga, assim como a vida pessoal e familiar”. A mudança na lei foi aprovada na metade do ano passado, junto com outras alterações nas regras trabalhistas, e não prevê punições para as empresas que descumprirem a medida.

Cerca de 37% dos trabalhadores no país usam aparelhos eletrônicos fora do expediente, segundo dados de um estudo de setembro do último ano feito pela consultoria francesa Éléas e também citado em uma nota do Ministério de Trabalho Francês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário