Páginas

sábado, 29 de outubro de 2016

Uber: caminhão sem motorista faz primeira entrega – de cerveja

Depois de duas semanas de estudo, a empresa decidiu que o melhor horário para a entrega seria às 13 horas.

A empresa de desenvolvimento de caminhões autônomos Otto, comprada pela Uber em agosto, saiu na frente na corrida global por veículos que andem sem motoristas.

Na semana passada, o caminhão auto conduzido deixou Fort Collins, no Colorado, e viajou 193 quilômetros até chegar a Colorado Springs. Acompanhando a viagem, o técnico, que teve de ajudar o caminhão a entrar e sair dos acessos interestaduais, passou para o banco de trás do veículo para assistir ao passeio histórico. No bagageiro, quase 50.000 garrafas de cerveja Budweiser.

“Estamos felizes. Acreditamos que esse é o futuro do transporte”, disse o diretor sênior de logística da Anheuser-Busch, dona da marca de bebidas, James Sembrot à reportagem do site Business Insider. A cervejeira, que terceiriza o transporte de bebidas, contratou a Otto para realizar as entregas de Budweiser.

Enquanto fabricantes de tecnologia de auto condução estão construindo novos veículos, a Otto está projetando um sistema que futuramente possa ser adaptado a caminhões já existentes. Sembrot, diretor da Anheuser-Busch, decidiu procurar a Otto depois de ler sobre a empresa em uma matéria.

Para a cervejeira, a capacidade de Otto para se integrar com mais do que apenas um caminhão significa poupar dinheiro e o meio ambiente. Transportar a primeira carga, no entanto, não foi tão fácil quanto apertar um botão.

Em um primeiro momento, a Otto enviou alguns de seus caminhões com manequins a bordo e até mesmo garrafas de cerveja com água dentro, para simular a o peso a ser transportado e entender como o caminhão iria reagir quando fosse totalmente carregado. A empresa passou semanas estudando os padrões de tráfego e da paisagem antes de decidir que o melhor horário para executar o embarque seria às 13 horas.

Lion Ron, um dos fundadores da Otto, diz que ainda há um longo caminho a ser percorrido para que o processo se torne mais eficiente – afinal, uma entrega de carga comercial não pode levar duas semanas para ser preparada. Mas nos primeiros dias de caminhões auto conduzidos, cada viagem ajudará no mapeamento das interestaduais e fará com que outros motoristas se familiarizem em dirigir com caminhões sem ninguém no assento do motorista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário