Páginas

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Mercedes: fundo do poço já chegou, mas mercado não reage

No terceiro trimestre, a Mercedes-Benz vendeu 3.500 caminhões no Brasil, volume 18,6% menor que o do mesmo período do ano passado.

A montadora alemã Mercedes-Benz, que atua no Brasil com foco nos mercados de caminhões e ônibus, avalia que a economia brasileira parece ter chegado ao fundo do poço, mas ainda não vê sinais de recuperação no mercado de veículos pesados. A análise aparece no balanço trimestral divulgado nesta sexta-feira pela Daimler, controladora da empresa.

Com isso, a expectativa da montadora é que a demanda por caminhões médios e pesados no país termine o ano com queda de 25% em relação a 2015. No terceiro trimestre de 2016, encerrado em setembro, a Mercedes-Benz vendeu 3.500 caminhões no Brasil, volume 18,6% menor que as 4.300 unidades vendidas no mesmo período do ano passado.

O relatório também menciona o Programa de Demissão Voluntária (PDV) que a montadora realizou este ano e resultou no fechamento de 2.000 postos de trabalho. No segmento de caminhões, os desligamentos resultaram em gastos de 49 milhões de euros no terceiro trimestre de 83 milhões de euros no acumulado do ano até setembro. Para a área de ônibus, o gasto foi de 8 milhões de euros no terceiro trimestre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário