Páginas

domingo, 17 de julho de 2016

Vendas no varejo recuam 9% em um ano com todas as atividades em queda, diz IBGE

Nos primeiros cinco meses do ano, o varejo acumula recuos de 7,3% e de 6,5% nos últimos 12 meses.

As vendas no varejo brasileiro recuaram 9% em maio na comparação com o mesmo mês do de 2015, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no dia 12 de julho. Em relação a abril, a queda foi menor, de 1%. A queda anual em maio é o 14º resultado negativo consecutivo.

Nos primeiros cinco meses do ano, o varejo acumula recuos de 7,3%. E de 6,5% nos últimos 12 meses.

O comércio varejista ampliado, que inclui além do varejo as atividades de veículos, motos, partes e peças e de Material de construção, permaneceu em queda em relação a abril (-0,4%) pelo terceiro mês consecutivo, na série com ajuste sazonal, período que acumulou uma perda 3,1%.

No caso da receita nominal a variação foi de 0,6%, voltando a ser positiva após duas quedas consecutivas. Em relação a maio de 2015, foram registradas quedas 10,2%, para o volume de vendas, e de 2,1%, na receita nominal de vendas.

Na comparação com maio do ano passado, considerando o volume de vendas, todas as atividades registraram variações negativas, mesmo considerando a diferença de um dia útil a mais em maio (21 dias) em relação ao mesmo mês de 2015 (20 dias).

Os principais responsáveis pelo resultado negativo do indicador são: hipermercados, supermercados, produtos alimentícios bebidas e fumo, que apresentou queda anual de 5,6%; Outros artigos de uso pessoal e doméstico, com queda de 15,5% na comparação com maio de 2015; Móveis e eletrodomésticos, queda de 14,6% em relação ao mesmo mês do ano passado; Combustíveis e lubrificantes, recuo de 10,9% no período; Tecidos, vestuário e calçados, que caiu 13,5%; Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos, queda de 2,6%; Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação, que teve uma retração de 14,4%; e Livros, jornais, revistas e papelaria, que apresentou queda anual de 24,2%.

Região – Quando analisadas as regiões do país, em maio deste ano a redução do volume de vendas no varejo alcançou todos os 26 Estados e o Distrito Federal na comparação com o mesmo mês de 2015. Os destaques foram: Amapá (-21,5%), seguido por Pará (-16,8%), Bahia (-16,6%), Rondônia (-16,5%) e Amazonas (-16%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário