Páginas

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Citibank fechará contas do governo da Venezuela, diz Maduro

Presidente venezuelano Nicolás Maduro (Citibank fechará contas do governo da Venezuela, diz Maduro).

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse no dia 11 de julho que o Citibank NA planeja encerrar em um mês a conta utilizada pelo Banco Central da Venezuela para seus pagamentos internacionais. Maduro afirmou que a atitude é um boicote financeiro.

“Sem aviso, o Citibank informou que em 30 dias irá fechar as contas do Banco Central e Banco da Venezuela”, disse Maduro em discurso, acrescentando que o governo usava o banco norte-americano para transações nos Estados Unidos e no mundo.

“Vocês acham que eles irão nos parar com um bloqueio financeiro? Não, senhores. Ninguém para a Venezuela.”

Procurados pela reportagem da agência Reuters, representantes do Citibank não foram localizados.

Com a crise que cerca a nação da Opep, várias companhias estrangeiras estão se retirando ou reduzindo operações na Venezuela.

Críticos dizem que o regime econômico imposto por Maduro e seu antecessor, Hugo Chávez, foram um desastre para a Venezuela, enquanto o governo culpa inimigos políticos e empresários locais por criar uma “guerra econômica”.

Por conta de controles monetários rigorosos desde 2003, o governo venezuelano tem utilizado o Citibank para transações com moeda estrangeira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário