Páginas

terça-feira, 31 de maio de 2016

Nova meta fiscal é passo importante para reduzir incertezas, diz Fazenda

Deputados e senadores aprovaram o projeto que revisa a meta fiscal e autoriza o governo a registrar um rombo de R$ 170,5 bilhões nas contas públicas este ano.

O Ministério da Fazenda, comandado por Henrique Meirelles, avaliou que a decisão do Congresso Nacional de aprovar a nova meta fiscal, encaminhada pela equipe econômica do presidente interino Michel Temer, é um "passo importante na redução de grandes incertezas que cercavam, e ainda cercam, a trajetória das contas públicas".

"Dessa forma, contribui para dar sustentação a sinais ainda incipientes de recuperação dos indicadores de confiança", afirma a pasta em comunicado divulgado no dia 25 de maio. "A aprovação pelo Congresso Nacional, da proposta de revisão da meta de resultado primário do setor púbico para este ano indica que a instituição está comprometida com a superação da crise e de recuperação da economia brasileira", acrescentou.

Para a pasta, a ação persistente e conjunta dos poderes determinará fortalecimento da confiança de empresários e trabalhadores. "Como consequência natural desse ambiente, o Brasil terá o retorno dos investimentos e da geração de empregos."

Após uma sessão que se arrastou por 16 horas, deputados e senadores aprovaram, na madrugada desta quarta, o projeto que revisa a meta fiscal e autoriza o governo a registrar um rombo de 170,5 bilhões de reais nas contas públicas este ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário