Páginas

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Motoristas da Uber de Nova York formam associação trabalhista

A associação disse que vai trabalhar para proteger os membros contra as companhias de carros, empresas de seguro e outros, enquanto pede à cidade e o Estado de Nova York que aperte a regulação sobre o Uber e outros competidores.

Motoristas da Uber do Estado de Nova York formaram uma associação para se fortalecer nas negociações com o serviço online. Mais de mil motoristas do Uber assinaram fichas de filiação, segundo comunicado da nova entidade.

Recente decisão do Painel Nacional de Relações Trabalhistas impediu a formação nos Estados Unidos de um sindicato tradicional dos motoristas do Uber, por considerá-los autônomos, não funcionários do aplicativo, mas motoristas na Califórnia e Massachusetts conseguiram se unir em associações para formalizar reclamações sobre custos e despesas.

"Já que a administração do Uber controla as tarifas cobradas pelo serviço, os motoristas querem e precisam de segurança e proteção", disse a associação nova-iorquina, em comunicado. "Os investidores do Uber estão forçando os motoristas a trabalharem muitas horas sem nenhum benefício ou proteções de leis trabalhistas", acrescentou. A associação disse que lutará para que a cidade e o Estado de Nova York apertem a regulação sobre o Uber e outros competidores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário