Páginas

terça-feira, 10 de maio de 2016

IPCA sobe 0,61% em abril e fica acima das previsões

Analistas ouvidos pela agência Reuters previam inflação de 0,54% em abril.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,61% em abril, após alta de 0,43% no mês anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no dia 06 de maio. O IPCA é o índice oficial de inflação do país e serve, por exemplo, como baliza para o regime de metas de inflação adotado pelo Banco Central.

No acumulado de doze meses até abril, o IPCA teve alta de 9,28%. Até o mês anterior, a inflação somada em doze meses era de 9,39%.

A alta de preços no mês passado ficou acima da projeção de analistas. Economistas ouvidos em pesquisa da agência Reuters revelaram expectativa de alta de 0,54% em abril, acumulando em doze meses um aumento de 9,20%.

Os grupos alimentação e bebidas e saúde e cuidados pessoais foram os principais responsáveis pelo aumento dos preços em abril, de acordo com o IBGE. Somadas, suas altas (de 1,09% e 2,33%, respectivamente), foram responsáveis por 89% do índice do mês, o equivalente a 0,54 ponto porcentual.

Entre as principais altas do grupo alimentação ficaram batata inglesa (+13,13%) e açaí (+9,22%). O tomate, em contrapartida, ficou 15,26% mais barato na passagem de março para abril.

Do grupo saúde e cuidados pessoais, a alta mais expressiva de preços foi a dos remédios, que ficaram 6,26% mais caros no mês passado. O avanço foi, em parte, reflexo do reajuste de 12,50% sobre os medicamentos em vigor a partir do dia 1º de abril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário