Páginas

sábado, 16 de abril de 2016

'Daily Mail' admite interesse em compra do Yahoo!

Vista de um prédio da companhia Yahoo na cidade de Rolle, na Suíça.

O jornal britânico Daily Mail está em conversas com potenciais parceiros para orquestrar uma oferta conjunta pelo Yahoo. Se concretizado, o negócio ajudaria a impulsionar as receitas com publicidade do seu site de notícias. Isso confirma uma notícia do Wall Street Journal segundo a qual a empresa abordou empresas de private equity para formar uma parceria.

"Temos mantido discussões com uma série de partes que são potenciais ofertantes", disse uma porta-voz do DailyMail.com em comunicado por email, sem identificar as companhias ou dar detalhes financeiros.

O DailyMail.com e o MailOnline são sites de notícias focados em celebridades do jornal baseado em Londres Daily Mail. Globalmente, os sites atraem 14 milhões de visitantes por dia, o que os coloca entre os mais populares de língua inglesa.

Comprar os ativos do Yahoo - que vão de mecanismo de busca e e-mail a notícias, fotos e outras propriedades - expandiria o alcance do DailyMail.com e melhoraria sua receita com anúncios digitais.

Apesar de o Yahoo! ter sido um dos pioneiros da internet e ser utilizado por quase um bilhão de pessoas, foi superado pelo Google nas buscas on-line e não para de perder espaço em publicidade.

O Yahoo! já mencionou a possível venda de seus principais ativos. De acordo com a imprensa americana, a lista de pretendentes conta com gigantes como Verizon, o grupo Alphabet - que reúne o Google e suas outras companhias -, e o conglomerado Time Inc. O prazo estabelecido pelo Yahoo! para as ofertas termina em 18 de abril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário